Museu de Minerais, Minérios e Rochas Heinz Ebert

Museu de Minerais, Minérios e Rochas Heinz Ebert

Banco de Dados

Por letra do alfabeto
Baixar em PDFBaixar em PDF

QUARTZO (Quartz)

Categoria

Minerais

Classe

Silicatos

Fórmula

SiO2

Polimorfo da tridimita, cristobalita, coesita e stishovita

Sistema

Trigonal

Classe cristalográfica

Trapezoédrica trigonal (Trigonal Trapezohedral)

Hábito

Maciço ou em agregados com granulação variada. Os cristais são normalmente prismáticos, com as faces do prisma estriadas horizontalmente, com seção basal hexagonal. Normalmente são terminados por uma combinação de romboedros (+) e (-), ás vezes com aspecto de bipirâmide hexagonal. Pode formar cristais alongados, com formas pontiagudas e afiladas; cristais torcidos ou curvos. A geminação, embora raramente vista em lâminas delgadas, é bastante frequente e pode ser observada em amostras macroscópicas de cristais de quartzo bem desenvolvidos. As leis mais frequentes são: Lei de Delfinado, eixo de macla “c”, plano {10̅11}; Lei do Brasil, plano {11̅20}; Lei do Japão, plano {11̅22}; Lei de Estérel, plano {10̅11}; Lei de Sardenha, plano {10̅12}; Lei de Breihaupt, plano {11̅21} e Lei combinada de Delfinado-Brasil.

Clivagem

Sem clivagem. Pode apresentar clivagem muito ruim, raramente observável.

Partição

romboédrica

Fratura

conchoidal

Tenacidade

quebradiço

Cor

Azul, Marrom, Branco, Amarelo, Incolor, Cinza, Preto, Púrpura

FORMA CRISTALOGRÁFICA

use o mouse para girar
Figura
  • Bordas
  • Eixos
  • Milers
  • Opaco
  • Translúcido
  • Transparente
Visualizar
  • Eixo A
  • Eixo B
  • Eixo C
  • Clinógrafo
  • Girar
  • Pare de girar
Qualidade
  • Alta
  • Padrão
  • Baixa

Modelos 3d e código HTML5 cedidos por www.smorf.nl

Dureza: alta

7,0

Densidade: Leve

2,65g/cm3

PROPRIEDADES ÓTICAS

Cor em lâmina

Incolor

Relevo

fraco positivo (+)

  • ω = 1,543-1,544
  • ε = 1,552-1,553

Caráter ótico

Uniaxial, anomalamente Biaxial

Sinal ótico

positivo (+)

Gênese

O quartzo é um dos minerais mais abundantes e ocorre como constituinte essencial de muitas rochas eruptivas, plutônicas, sedimentares e metamórficas, perfazendo cerca de 12% do volume da crosta terrestre. Aparece também em veios pneumatolíticos e hidrotermais, frequentemente associado a minérios, sendo que os cristais mais bonitos são encontrados em cavidades (geodos e amígdalas) de rochas efusivas a hipoabissais, pegmatitos e veios hidrotermais.

Minerais com os quais ocorre associado

Ocorre associado à calcita, fluorita, muscovita, feldspatos, epidoto, anfibólios, clorita, zeólitas, piroxênios e muitos outros minerais.

Birrefringência: baixa

0,009

Diafaneidade

Opaco, Transparente

Brilho

fosco, vítreo, graxo

Solubilidade

  • em água:Não
  • em HCl:Não
  • Higroscopia:Não
  • DeliquescênciaNão
  • TermoluminescênciaNão
  • TriboluminescênciaSim
  • Pode ser triboluminescente
  • RadioativoNão
  • PiroelétricoSim
  • PiezelétricoSim
  • SaborNão
  • MagnéticoNão